O silêncio de Frei Caneca em O Auto do Frade de João Cabral de Melo Neto

Susana Vernieri

Resumo


O texto trata da análise de um poema escrito por João Cabral de Melo Neto em 1984, data em que o Brasil vive o fim da ditadura militar. O Auto do Frade conta a história da execução do líder revolucionário Frei Caneca que foi morto nas ruas de Recife em 1825. O tema do silêncio é enfatizado no trabalho.

Palavras-chave: Poesia; João Cabral de Melo Neto; Auto do Frade; Literatura brasileira.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.4848

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul