Algumas notas sobre o processo criativo de Gonçalo M. Tavares

Sandra Beatriz Salenave de Brito

Resumo


Este trabalho estuda as concepções do processo criativo do escritor português Gonçalo M. Tavares, bem como sua percepção sobre vários aspectos que abrangem a literatura. A bibliografia foi selecionada a partir de diversas entrevistas do escritor concedidas a jornais e revistas, sejam elas orais (a grande maioria está disponível no site youtube.com) ou escritas, bem como o blog do próprio escritor. Além disso, há o estabelecimento de semelhanças e diferenças entre a concepção de criação desenvolvida por este escritor e outros reconhecidos que também teorizaram sobre a obra literária, como Jorge Luiz Borges, Umberto Eco, Érico Veríssimo, Orham Pamuk e Ítalo Calvino.

Palavras-chave


Gonçalo M. Tavares; processo criativo; leitura; escrita; literatura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.46940

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul