Silenciamento, alteridade e autoria n'O alienista em quadrinhos

Lucas Piter Alves Costa

Resumo


Fábio Moon e Gabriel Bá são autores de O alienista em quadrinhos, tradução intersemiótica do conto de Machado de Assis. O alienista de Moon e Bá é uma obra autoral. Posto isso, partindo de pressupostos de Maingueneau (1997) e Mello (2002a), o objetivo deste trabalho é analisar a heterogeneidade enunciativa na história em quadrinhos de Moon e Bá como forma de buscar uma identidade discursiva para O alienista em quadrinhos. Escolhemos uma das muitas formas de investigar a heterogeneidade enunciativa no discurso quadrinístico d’O alienista: o silêncio. Por meio dos quadros silenciosos, buscamos mostrar como os quadrinistas operam o texto machadiano a fim de instituírem sua própria marca autoral, distinguindo-se e distanciando-se de Machado através de uma tentativa de silenciamento.

Palavras-chave


O Alienista; identidade autoral; Fábio Moon; Machado de Assis

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.46864

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul