Entre inferno e sertão: discutindo os espaços construídos na literatura de cordel

André Ricardo Nunes Nascimento, Comissão Editorial Nau Literária

Resumo


Neste artigo pretende-se analisar, traçando comparações, as representações dos espaços do Sertão e do Inferno, elementos esses encontrados nas narrativas dos folhetos A chegada de Lampião no Inferno, de José Pacheco, e Peleja de Manoel Riachão com o Diabo, de Leandro Gomes de Barros. Os folhetos supracitados trazem pelejas do Diabo com os moradores do Sertão e também deixam transparecer que apetrechos de identificação desses espaços se tecem nas linhas das obras. Nessa conjuntura, a religiosidade popular se encena como fator religioso preponderante e arraigado no interior dessas narrativas, pois o Diabo, ao “pelejar” com os personagens do sertão, é vencido por não resistir às artimanhas de entidades como Nossa Senhora, santos e beatos, que representam a imagem de Deus e suas forças. Para a tessitura desse trabalho, utiliza-se como aporte teórico: Santos (2007), diferenciando espaço e território da cultura; Balandier (1976), para a discussão de tradição e continuidade cultural, pelo viés das dinâmicas sociais; Albuquerque Jr. (1999), que traz a invenção do Nordeste num contexto literário; dentre outros. Adota-se como método a análise comparativa para demonstrar que os preceitos cristãos estão bastante enraizados no cotidiano nordestino e que as características presentes na composição do Inferno cristão se misturam com as peculiaridades do Sertão brasileiro, causando um processo de simbiose religiosa e cultural, que engendra a caracterização da coragem e resistência do sertanejo, frente às adversidades rotineiras da vida. Nessa perspectiva, as manifestações e valores e crenças dos sertanejos são expostas e contribuem para a constituição do mosaico cultural do Brasil.

Palavras-chave


Diabo; Sertão; Inferno; Religiosidade; Popular.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.43335

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul