Entre caracterizações, informações e crítica: a representação da leitura em O Primo Basílio

Monica Chagas da Costa

Resumo


Este artigo aborda a representação da leitura em O Primo Basílio, de Eça de Queirós. Leva em consideração a leitura como um todo de significado que, inserida dentro de uma obra literária, indica tanto o modo como o autor espera que sua obra seja idealmente lida, como também apresenta informações relevantes sobre os personagens e suas ações na narrativa. A análise privilegia um tipo de leitura bastante recorrente na obra: a leitura de jornal.

Palavras-chave


Leitura; O Primo Basílio; Eça de Queirós

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.31881

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul