Ondjaki, uma escrita dentro dos momentos: roteiro de leitura

Francisco José de Jesus Topa

Resumo


O artigo apresenta um roteiro de leitura do conjunto da obra de Ondjaki, um dos escritores que já não precisa de se dizer angolano, circunstância que lhe permite dialogar mais naturalmente com outras tradições e também com os clássicos do seu país. Começando por identificar uma espécie de mapa de afetos literários (e artísticos), o autor destaca depois a capacidade de Ondjaki para cruzar e reinventar géneros, resultando daí aquilo a que, na terminologia do próprio ficcionista, se pode chamar momentos. Identificando os principais núcleos temáticos da obra, o autor propõe uma leitura nova de alguns dos textos de Ondjaki, em particular da sua novela O Assobiador.

Palavras-chave


Literatura angolana; Ondjaki; crítica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.20596

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul