Pedro Bala: Peter Pan no Brasil

Maura Böttcher Curvello

Resumo


O presente ensaio coteja as obras Peter Pan, de James Matthew Barrie, e Capitães da Areia, de Jorge Amado, com vistas a verificar como as narrativas apresentam a criança abandonada da Inglaterra e do Brasil no início do século XX. Frutos de diferentes ideologias, os romances revelam visões que em alguns aspectos se aproximam e, em outros, se repelem. O foco narrativo é, em ambos os livros, fundamental para que se consiga vislumbrar a mundividência dos autores.

Palavras-chave


intertextualidade, infância; violência; abandono.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.13266

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul