Safo e suas companheiras: análise dos fragmentos de Safo

Clara Mossry Sperb

Resumo


O artigo tem como objetivo analisar o contexto em que vivia Safo, a partir de seus fragmentos em que cita seu círculo de companheiras, como o fragmento 160, ou os que citam meninas do coro. Para isso, analiso-os e contextualizo o momento histórico em que Safo teria composto, focando nas mulheres e seus costumes. Sabe-se pouco sobre como as mulheres viviam, e Safo nos dá somente algumas pistas em seus fragmentos. É possível, através deles e do que se sabe da vida das mulheres na Grécia antiga, formular algumas perguntas, a serem desenvolvidas nesse artigo: como era a educação das meninas, em um contexto de literatura oral? Como Safo se ligava às suas companheiras? Trabalhando com a hipótese de que Safo teria sido professora de um coro, procuro também explorar como era essa educação dessas jovens e qual os seus propósitos.

Palavras-chave


Safo; fragmentos; companheiras; educação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.105770

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul