Figurações da História da Literatura no currículo escolar: o visível e o invisível na BNCC para o ensino médio

Daniele Gualtieri Rodrigues

Resumo


Este trabalho intenta estabelecer relações entre os campos da História da Literatura e dos Estudos de Currículo assumindo, de antemão, algumas posições: a) história e cânone literários como resultado de um sistema de classificação; b) escola como uma das instituições que se encarregam de transmitir e colocar em circulação, na sociedade contemporânea, os saberes acumulados historicamente – dentre eles, a história literária; c) currículo como prática educacional (e também discursiva) que forja identidades. Partindo dessas premissas, busca descrever de que forma a BNCC de Língua Portuguesa para o ensino médio, no que concerne aos conteúdos de Literatura, aborda a produção de grupos subalternos, como afrodescendentes e mulheres, situando-os (ou não) na história literária brasileira.

Palavras-chave


Ensino de Literatura; História Literária; BNCC

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.105767

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul