A representação do negro e do imigrante alemão em Canaã, de Graça Aranha

Zuleica Luana Kraemer

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar a representação de raça na obra Canaã, de Graça Aranha. Enquanto alemães chegavam ao Brasil sem nada e tornavam-se ricos rapidamente, os negros libertos pela Lei Áurea viviam de favor ou mendigando por um prato de comida, sem ter onde morar e trabalhar. Além disso, o pensamento existente ao longo da narrativa é o de rebaixamento do povo brasileiro e de exaltação aos imigrantes.

Palavras-chave


Raça; imigração alemã; literatura brasileira

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1981-4526.104859

Revista Nau Literária | ISSN 1981-4526 | Universidade Federal do Rio Grande do Sul