ESPETÁCULO "VELOX": RISCO-AVENTURA NA DANÇA CONTEMPORÂNEA DE DEBORAH COLKER.

Eline Silva Fonseca, Vera Lúcia Menezes Costa

Resumo


O objetivo deste artigo foi identificar o corpo em risco-aventura na dança contemporânea de Deborah Colker. O estudo é interpretativo, com abordagem qualitativa. Através do Vídeo Mix, foi analisada a coreografia "Alpinismo", na qual bailarinos dançam num palco vertical, uma criação inédita. A descoberta desta linguagem abriu outros caminhos. Beleza, equilíbrio, corpos em dança por paredes verticais formam o espetáculo, levando a platéia à contemplação estética da ilusão do risco. Concluiu-se que o corpo em risco, construído numa produção estética nos espetáculos de Deborah Colker a partir dos seus atores-bailarinos, é uma das diferentes práticas sociais que envolvem o risco na sociedade contemporânea.

 

"


Palavras-chave


Dança. Movimento. Imagem corporal. Risco aceitável



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.9788

Direitos autorais



 

Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment