REPRESENTAÇÕES DA OBESIDADE NO CINEMA: O “BURGUÊS GORDO” EM A GREVE (1925) DE EISENSTEIN

Autores

  • Cezar Barbosa Santolin Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)
  • Luiz Carlos Rigo Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.91815

Palavras-chave:

Obesidade. História. Filmes cinematográficos.

Resumo

O objetivo deste ensaio foi analisar o filme A greve (1925), de Sergei M. Einsenstein, como fonte primária da história das representações da obesidade no cinema. Utilizou-se a metodologia da análise discursiva da enunciação, numa perspectiva foucaultiana. Após assistir ao filme, identificaram-se quatro trechos considerados relevantes. Com as análises, constituíram-se dois enunciados: 1) os burgueses são corpulentos e gordos; e 2) os burgueses gordos são irascíveis. Ambos os enunciados indicam uma situação oposta à contemporaneidade, quanto às características atribuídas à obesidade e associadas a grupos socioeconômicos. Além disso, reforça a tese de que houve uma politização da corporeidade no processo histórico de inversão valorativa da condição denominada, naquele tempo, corpulência. Concluiu-se que o cinema pode ter sido uma ferramenta de propaganda ideológica fundamental na difusão desses novos valores, que podem ser identificados na contemporaneidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cezar Barbosa Santolin, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS)

Curso de Educação Física - Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) - Campus do Pantanal (CPAN)

Luiz Carlos Rigo, Universidade Federal de Pelotas (UFPel)

Programa de Pós Graduação em Educação Física da Universidade Federal de Pelotas

Downloads

Publicado

2019-11-25

Como Citar

SANTOLIN, C. B.; RIGO, L. C. REPRESENTAÇÕES DA OBESIDADE NO CINEMA: O “BURGUÊS GORDO” EM A GREVE (1925) DE EISENSTEIN. Movimento, [S. l.], v. 25, p. e25076, 2019. DOI: 10.22456/1982-8918.91815. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/91815. Acesso em: 29 maio. 2022.

Edição

Seção

Ensaios