FORMAÇÃO PROFISSIONAL INICIAL EM ATIVIDADE FÍSICA ADAPTADA: ANÁLISE DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA INTERNACIONAL

Patricia Rossi - Andrion, Carla Ariela Rios Vilaronga, Mey de Abreu van Munster

Resumo


O estudo teve como objetivo analisar a produção científica acerca da formação profissional inicial na área de Atividade Física Adaptada em uma perspectiva internacional. Foi realizada uma revisão sistemática de literatura envolvendo a interface “Atividade Física Adaptada” e “Formação Profissional”. Os resultados demonstraram que as pesquisas se concentraram em países do Hemisfério Norte, com maior evidência nos EUA, e que as experiências práticas deveriam ser mais oportunizadas durante a formação inicial com a finalidade de associar teoria com a prática e a infusão do conhecimento; possibilitar o contato direto com as pessoas com deficiência; e influenciar de forma positiva os sentimentos e as atitudes dos estudantes para atuar na AFA. Sendo assim, foi possível concluir a necessidade de se oportunizar mais experiências práticas durante a formação inicial.

 


Palavras-chave


Atividade Física. Pessoas com deficiência. Capacitação profissional.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.91481

Direitos autorais 2019 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment