O TERMO PRÁTICAS CORPORAIS NA LITERATURA CIENTÍFICA BRASILEIRA E SUA REPERCUSSÃO NO CAMPO DA EDUCAÇÃO FÍSICA

Ari Lazzarotti Filho, Ana Marcia Silva, Priscilla de Cesaro Antunes, Ana Paula Salles da Silva, Jaciara Oliveira Leite

Resumo


Objetivou-se identificar os significados/sentidos com os quais o termo práticas corporais vem sendo utilizado na literatura acadêmica brasileira, mediante análise de conteúdo de 260 artigos e 17 teses/dissertações, capturados com o uso de palavras-chave em sistemas de busca e bases de dados. Os resultados indicam que: sua utilização intensifica-se a partir do ano 2000; os pesquisadores que o utilizam, predominantemente, desenvolvem suas pesquisas na interface com as humanidades; na maioria dos documentos não há uma preocupação de definição conceitual; apresenta vários significados/sentidos. Os dados indicam ainda não ter atingido estabilidade como conceito, apesar de estar acumulando elementos para tal.

Palavras-chave


Técnicas de Exercício e de Movimento. Educação física. Formação de conceito.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.9000



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment