RELAÇÕES DE GÊNERO NO ESPORTE: “O BELO SEXO” NA COMPETIÇÃO DE NATAÇÃO EM MAR ABERTO - TRAVESSIA MAR GRANDE-SALVADOR, BAHIA, BRASIL

Lygia Maria dos Santos Bahia, Maria Cecília de Paula Silva

Resumo


O artigo objetiva discutira educação de mulheres no esporte, com destaque para as representações e papéis sociais que lhes são tradicionalmente concedidos, a partir da participação na Travessia Mar Grande-Salvador, Bahia, Brasil, prova de natação em mar aberto na Baía de Todos os Santos. Pesquisa histórica, que privilegia a História Oral temática e fontes documentais. A análise de conteúdo nos permitiu interpretar os sentidos produzidos. Dos resultados encontrados apontamos que desde 1956 (quando se inicia essa competição esportiva) até os dias atuais as participantes são mulheres da elite soteropolitana, escolarizadas. Apesar dos avanços, as resistências à prática esportiva em mar aberto permanecem. Concluímos que a participação das mulheres nessa prova contribuiu e contribui para romper velhos padrões, a exemplo da educação que sugere papéis diferenciados e submissos para as mulheres, mudando lógicas de dominação e abrindo novos caminhos.

 


Palavras-chave


Educação. Mulheres. Natação. História. Esportes.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.78174



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment