A PRÁTICA COMO COMPONENTE CURRICULAR NA FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Camila Rinaldi Bisconsini, Amauri Aparecido Bássoli de Oliveira

Resumo


O objetivo da pesquisa foi analisar a Prática como Componente Curricular (PCC) no processo de formação inicial em Educação Física – Licenciatura. A investigação envolveu acadêmicos e docentes do curso de Licenciatura em Educação Física de uma universidade pública do Paraná, cuja participação se deu por meio de entrevistas semiestruturadas. Foi realizada a Análise de Conteúdo dos registros, com a utilização do software NVivo 10. Os discentes entrevistados demonstraram desconhecer a PCC, o que não foi evidenciado no grupo docente, que apesar de reconhecer a lacuna existente no currículo pela ausência desse componente, apresenta-se predisposto a organizá-lo no curso. É preciso reorganizar a atual constituição curricular, almejando uma formação inicial articulada com o espaço social de intervenção profissional, para que os futuros professores reconheçam esse cenário em suas particularidades e possam atuar conscientes das relações ali constituídas.

 


Palavras-chave


Currículo. Educação Física. Capacitação profissional. Prática profissional.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.76705

Direitos autorais 2018 Movimento (ESEFID/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment