NOS RASTROS DA FORMAÇÃO PROFISSIONAL: O PROJETO DE LEGITIMAÇÃO DA ESCOLA SUPERIOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA DE FLORIANÓPOLIS A PARTIR DO CURRÍCULO OFICIAL

Vanessa Bellani Lyra

Resumo


A lógica educacional da Escola Superior de Educação Física de Florianópolis (ESEF), criada no ano de 1973, previu a existência de dois currículos oficiais, um destinado aos homens e outro às mulheres. Baseados, sobretudo, nos estudos da Sociologia da Educação, o currículo oficial será aqui analisado sob a ótica de um elemento legitimador de disposições profissionais a serem adquiridas para a ocupação da posição profissional e social em questão. Assim, a arquitetura pedagógica da ESEF parece ter sido construída sobre pilares diferenciados e diferenciadores de identidades profissionais e sociais com base, sobretudo, em questões advindas das relações desiguais de gênero.

Palavras-chave


Capacitação Profissional. História. Educação Física: Currículo



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.7532

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment