DA CULTURA DO CORPO DAS CRIANÇAS: DIFERENÇAS E SIGNIFICADOS PRODUZIDOS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Flávia Martinelli Ferreira, Jocimar Daolio, Dulce Filgueira de Almeida

Resumo


Este artigo tem como objetivo compreender como as diferenças e os significados são produzidos nas aulas de Educação Física (EF) a partir das dinâmicas culturais infantis, envolvendo os processos de diferenciação que ocorrem no corpo das crianças. Um estudo de cunho etnográfico foi realizado em uma turma de quarto ano de uma escola pública na cidade de Jundiaí/SP, composta por vinte e seis crianças, contribuindo com as discussões desempenhadas neste artigo sobre sua construção cultural do corpo nas aulas de Educação Física, entendendo que as diferenças produzidas e estabelecidas entre as crianças estão em constante transformação e atreladas aos conhecimentos específicos da EF. Por meio deste estudo, concluímos que a mediação pedagógica favorece a construção de novos conhecimentos a partir das diferenças estabelecidas, considerando a construção cultural do corpo das crianças e relativizando as marcas produzidas neste corpo dentro e fora da escola.

 


Palavras-chave


Criança. Corpo. Antropologia. Educação Física.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.72415



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment