HÁBITOS FÍSICO-DESPORTIVOS DOS ADOLESCENTES DE CASTILLA E LEÓN

Elena Calvo-Ortega, María Perrino-Peña

Resumo


O objetivo da investigação é identificar os hábitos físico-desportivos de jovens adolescentes de Castilla e León (Espanha); contrastando como as diferenças físicas foram utilizadas para justificar a heteronormatividade e os estereótipos em função do sexo. Especificamente foi analisado o nível de prática, motivações e preferências por determinadas práticas em função do sexo, e a influência da família e dos meios de comunicação. Levou-se a cabo uma metodologia quantitativa utilizando com técnica de obtenção de dados por pesquisa e programa estatístico SPSS para posterior codificação e análise de dados. Os resultados mostram menor prática físico-desportiva por parte das mulheres adolescentes, a reprodução de papéis e estereótipos de gênero, assim como uma falta de referências esportivas femininas consolidadas. Tudo isso nos leva a concluir que continua havendo desigualdade entre ambos os sexos no âmbito da prática físico-desportiva entre os jovens de Castilla e León.

 

 


Palavras-chave


Estereótipos de gênero. Hábitos físico-desportivos. Agentes de socialização.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.71852



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment