POLÍTICAS PÚBLICAS DE ESPORTE EDUCACIONAL EM SÃO PAULO: IMPACTOS DOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016

Autores

  • Viviane Ribeiro Paes Universidade Estadual de Campinas/ Mestre pela Faculdade de Educação Física
  • Silvia Cristina Franco Amaral Universidade Estadual de Campinas/ Professora Doutora da Faculdade de Educação Física

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.71006

Palavras-chave:

Esportes. Políticas públicas. Jogos Olímpicos. São Paulo (Estado).

Resumo

O objetivo do estudo foi investigar e analisar as políticas públicas de esporte educacional organizadas pela Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado de São Paulo (SELJ), considerando o possível impacto da realização dos Jogos Olímpicos de 2016. Foi utilizada como ferramenta de coleta de informações e análise a triangulação de dados, por meio de entrevista semiestruturada, diário de campo e pesquisa documental. A realização dos Jogos Olímpicos no País provocou o acirramento de novos discursos de legitimação da pirâmide esportiva como base das políticas de esporte educacional em São Paulo. Também foi notado o caráter imediatista e o incremento de discursos e algumas ações para o segmento.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Ribeiro Paes, Universidade Estadual de Campinas/ Mestre pela Faculdade de Educação Física

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de São Carlos (2011). Mestre Educação Física pela universidade Estadual de Campinas, na área de Educação Física e sociedade. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Educação Física escolar, atuando principalmente nos seguintes temas: políticas públicas, jogos olímpicos, megaeventos. educação física escolar.

Silvia Cristina Franco Amaral, Universidade Estadual de Campinas/ Professora Doutora da Faculdade de Educação Física

Possui graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Maria (1989), mestrado em Ciência do Movimento Humano pela Universidade Federal de Santa Maria (1995), doutorado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2003), Livre-docência pela Faculdade de Educação Física da UNICAMP (2011) e pós-doutorado na Universidade de Barcelona no departamento de Geografia Humana. Atualmente é docente MS5.1 da Faculdade de Educação Física da Universidade Estadual de Campinas. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Lazer e Políticas Públicas, atuando principalmente nos seguintes temas: política pública de lazer, educação física e esporte e estudos do lazer. Publicou artigos, trabalhos em eventos e capítulos de livros sobre a temática que pesquisa.

Downloads

Publicado

2017-06-21

Como Citar

PAES, V. R.; AMARAL, S. C. F. POLÍTICAS PÚBLICAS DE ESPORTE EDUCACIONAL EM SÃO PAULO: IMPACTOS DOS JOGOS OLÍMPICOS DE 2016. Movimento, [S. l.], v. 23, n. 2, p. 715–728, 2017. DOI: 10.22456/1982-8918.71006. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/71006. Acesso em: 28 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais