APROPRIAÇÕES E PRODUÇÕES CURRICULARES DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Kadja Michele Ramos Tenório, Marcelo Tavares, Rodrigo Oliveira, Marcos Neira, Marcílio Souza Júnior

Resumo


O estudo analisou decisões e interações dos professores numa proposta curricular para Educação Física Escolar (EFE), subsidiada por uma perspectiva crítico-superadora. É um estudo de caso com abordagem qualitativo-descritiva que analisou o documento oficial do município de Camaragibe/PE e entrevistou dez professores. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo categorial por temática. Constatou-se um movimento peculiar na apropriação das orientações para Educação Física pelos professores da área, motivada tanto pelo reconhecimento do potencial de um documento deste tipo como por discordâncias e/ou desentendimentos desses sujeitos com relação a pontos da proposta, sobretudo, pela carência de estudos aprofundados das implicações das opções curriculares para a prática pedagógica. Concluiu-se que as contribuições advindas da busca de sistematização dos saberes da cultura corporal nas aulas de EFE, em Camaragibe/PE, ainda estão muito aquém do potencial que guardam enquanto referência para a prática pedagógica.

 


Palavras-chave


Currículo. Educação Física Escolar. Perspectiva crítico-superadora.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.69700

Direitos autorais 2017 Movimento (ESEFID/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment