A AULA DE EDUCAÇÃO FÍSICA E A INCLUSÃO DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA: PERSPECTIVA DE PROFESSORES BRASILEIROS

Maria Luíza Tanure Alves, Jalusa Andreia Storch, Gabriela Harnisch, Aline Miranda Strapasson, Otávio Luis Piva da Cunha Furtado, Lauren Lieberman, José Júlio Gavião de Almeida, Edison Duarte

Resumo


O estudo teve como objetivo analisar o conceito de inclusão dos professores de Educação Física e determinar os aspectos positivos e negativos em suas aulas. Foram realizadas entrevistas com 18 professores de Educação Física que trabalham em escolas públicas brasileiras. Os dados coletados foram analisados utilizando-se o método de análise de conteúdo, em busca de temas emergentes. Os resultados mostraram que a inclusão é compreendida pelos professores como participação e aprendizagem para todas as crianças e não apenas para aqueles com deficiência. Os esportes coletivos foram relatados como o principal desafio para a inclusão de alunos com deficiência. Programas de formação inicial e de capacitação continuada para os professores precisam propor práticas pedagógicas eficazes para promover a inclusão, levando a reestruturação da formação de professores de Educação Física.

 


Palavras-chave


Educação Física. Inclusão educacional. Educação especial. Crianças com deficiência.

Texto completo:

PDF-ENG (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.66851



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment