CORPO, ESTÉTICA E IDEOLOGIA: UM DIÁLOGO COM A IDEIA DE BELEZA NATURAL

Tadeu João Ribeiro Baptista, Sílvia Rosa da Silva Zanolla

Resumo


A ciência tem criticado a padronização e alienação de beleza corporal alcançada pelo consumismo com exercícios compulsivos, dietas rigorosas, etc. O objetivo deste ensaio é discutir a perspectiva dialética da beleza natural em Adorno, considerando sua concepção crítica de beleza corporal. O texto fundamenta-se na ideia adorniana de beleza natural. Em seguida, dialoga com a ideia social de beleza corporal contemporânea. Finalmente, sinaliza, pelo universo cultural, possibilidades de reconhecimento das diferenças em contraponto à padronização humana. Considera a beleza natural de cada pessoa como forma de resistência à lógica da sociedade administrada esteticamente, em termos objetivos e subjetivos.


Palavras-chave


Corpo humano. Estética. Beleza. Teoria Crítica

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.61861

Direitos autorais 2016 Movimento (ESEF/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment