ATITUDE DOS PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA PERANTE A APRENDIZAGEM COOPERATIVA

María Fernández Rivas, María Espada Mateos

Resumo


O trabalho cooperativo tem numerosos benefícios sobre os alunos. Nesta investigação pretende-se conhecer qual é a atitude dos professores de Educação Física em relação ao trabalho cooperativo e seus diferentes benefícios em função da titulação e idade a partir de uma mostra de 455 professores de Educação Física, utilizando uma análise inferencial com diferentes testes (Welch y ANOVA). Alguns dados mostram diferenças significativas em função da titulação, sendo os professores licenciados ou graduados em Ciências da Atividade Física e Esporte e os diplomados ou graduados em Educação Físicaos que consideram que o trabalho cooperativo melhora as relações interpessoais entre os alunos (p=000) e a comunicação (p=.003). Ademais, em relação à idade, os docentes mais jovens creem que o trabalho cooperativo melhora as habilidades de interação social (p=.000).  


Palavras-chave


Educação Física. Comportamento cooperativo. Distribuição por idade. Atitude.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.61620

Direitos autorais 2016 Movimento (ESEF/UFRGS)




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment