RESENHA DA OBRA CINEMATOGRÁFICA: TARJA BRANCA: A REVOLUÇÃO QUE FALTAVA

Autores

  • Kleber Tüxen Carneiro Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Maurício Bronzatto Uninove/Fac São Roque
  • Eliasaf Rodrigues de Assis Uninove/Fac São Roque
  • Alcides José Scaglia Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) no curso de Ciências do Esporte da UNICAMP

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.57795

Palavras-chave:

Jogos e brinquedos. Criança. Narrativas pessoais.

Resumo

O presente texto dedica-se a refletir sobre o conteúdo lúdico do documentário Tarja Branca: a revolução que faltava, produção cujo objetivo central é compreender as dimensões e representações do que foi, e ainda é, para alguns dos entrevistados, o ato criador de brincar. Com delicadeza e profundidade, as narrativas, ao discutirem o que a essência lúdica (jogo) representou para a infância dos entrevistados, convergem para a construção da imagem do ser brincante (espírito lúdico). O documentário aborda, ainda, como a infância contemporânea se relaciona com as mesmas questões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kleber Tüxen Carneiro, Universidade do Estado de Mato Grosso

Graduado em Educação Física e Pedagogia, é Especialista em Pedagogia do Movimento, Mestre em Educação Escolar pela FCLAr-Unesp e Doutor na mesma área e instituição. Possuí experiência na área da Educação em geral, atuando especialmente nos seguintes temas: Desenvolvimento Moral, Didática, Psicologia da Aprendizagem e Educação Física Escolar, onde têm desenvolvido pesquisas com enfoque epistemológico nos eixos temáticos: Jogo, Moralidade, Aspectos do Ensino e Aprendizagem e Desenvolvimento Humano. Atualmente é docente na UNEMAT (Universidade do Estado de Mato Grosso), nos cursos de Educação Física e Pedagogia, bem como membro pesquisador do Laboratório de Estudos Aplicados em Pedagogia do Esporte - LEAPE.

Maurício Bronzatto, Uninove/Fac São Roque

Possui graduação em Letras e Pedagogia e Doutorado em Educação Escolar pela Unesp FCL/Araraquara. Seu trabalho de mestrado recebeu indicação e admissão direta para o nível de doutorado. Ingressou no magistério em 2005 como professor de Língua Portuguesa para alunos do Ensino Médio da rede privada. De 2011 a 2014 atuou como professor nos cursos de Pedagogia (disciplinas Psicologia da Educação e Psicologia do Desenvolvimento Infantil), Direito e Administração (disciplinas Leitura e Produção Textual I e II) e no Programa de Pós-graduação em Psicopedagogia Clínica e Educacional da FAC São Roque. Atualmente trabalha como revisor de trabalhos acadêmicos e como palestrante, abordando temas relacionados à educação moral e ética. Suas pesquisas e publicações concentram-se na área da Psicologia do Desenvolvimento Moral. É articulador e revisor do "Jornal Grupo News" desde 1999.

Eliasaf Rodrigues de Assis, Uninove/Fac São Roque

Graduado em Ciências Sociais pelo Centro Universitário Fundação Santo André (2001), Mestre e Doutor em Educação Escolar pela FCLAR - UNESP - Araraquara. Atualmente é professor de Sociologia e Antropologia da Educação na FAC-São Roque. Na graduação tem experiência em cursos de Pedagogia e Ciências Sociais. Atuou também como professor em cursos de Administração de Empresas e CSTs (Gestão da Qualidade e Produtividade, Gestão de RH, Gestão em Marketing e Gestão em Logística) onde lecionou Sociologia, Filosofia e Metodologia da Pesquisa - tanto presencialmente como através de plataformas de EAD. É membro do Colegiado e do Núcleo Docente Estruturante do Curso de Pedagogia desde 2012. Na pós-graduação (MBA), ministrou disciplinas como Aprimoramento pessoal e gerencial, Cultura e Poder nas Organizações e Administração Contemporânea.

Alcides José Scaglia, Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) no curso de Ciências do Esporte da UNICAMP

Licenciado em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), bacharel em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1995), mestre em Pedagogia do Esporte pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e doutor em Pedagogia do Movimento pela Universidade Estadual de Campinas (2003). Tem experiência na área de Educação Física e Esportes, desenvolvendo estudos, projetos e pesquisas nas áreas da: educação física escolar e Pedagogia do Esporte, com ênfase em metodologia de ensino-treinamento dos jogos coletivos de invasão, futebol da iniciação ao treinamento e pedagogia do jogo. Atualmente é docente na Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) no curso de Ciências do Esporte da UNICAMP, responsável/líder pelas pesquisas do LEPE (Laboratório de Estudos em Pedagogia do Esporte), pesquisador do Ludens - USP e coordenador de Graduação da FCA (UNICAMP)

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

CARNEIRO, K. T.; BRONZATTO, M.; ASSIS, E. R. de; SCAGLIA, A. J. RESENHA DA OBRA CINEMATOGRÁFICA: TARJA BRANCA: A REVOLUÇÃO QUE FALTAVA. Movimento, [S. l.], v. 22, n. 3, p. 1017–1022, 2016. DOI: 10.22456/1982-8918.57795. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/57795. Acesso em: 29 maio. 2022.

Edição

Seção

Resenhas e Midias