EDUCAÇÃO FÍSICA NO CHILE: UMA ANÁLISE DAS CRENÇAS DOS PROFESSORES DO PRIMÁRIO E ENSINO MÉDIO

Alberto Moreno-Doña, Enrique Rivera-García, Carmen Trigueros-Cervantes

Resumo


Analisamos, qualitativamente, as crenças dos professores de educação física sobre a função social que deve cumprir a diciplina, identificando barreiras pessoais, profissionais e institucionais enfrentados nesta tarefa e as soluções que propõem sobre isso. Foram realizados três grupos focais e doze entrevistas em profundidade. Os métodos de análise utilizados, em geral, foram baseados na proposta de fragmentação  e articulação de "Grounded Theory". Conclui-se que há uma relação dicotômica para alguns, e complementaria para outros, incluindo uma EF que reproduz uma perspectiva tradicional ligada ao desporto, o desenvolvimento da aptidão física e certos estereótipos sociais; e outro ponto de vista que entende que a educação física é desenvolver habilidades de compreensão e transformação das desigualdades sociais aluno.

 


Palavras-chave


Ensino fundamental e médio. Papel profissional. A responsabilidade social.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.48098

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment