DA DEMOCRATIZAÇÃO DO ESPORTE À HEGEMONIA DOS MERCADOS: O CONTEXTO EUROPEU E O CASO ESPANHOL

David Moscoso Sánchez, Jesús Fernández Gavira, Álvaro Rodríguez Díaz

Resumo


O sistema esportivo próprio da democracia estáem crise. Istoporque o Estado de bem-estar, sobre o qual se sustentam muitas das políticas públicas ao esporte, tem sido desbancado por um novo ciclo de hegemonia neoliberal. Para ilustrar essa realidade, nos centramos no caso espanhol. Evidencia-se como a sociedade civil se encontra pouco representada pelas decisões políticas em matéria esportiva, e como o esporte organizado tem deixado de cumprir uma função social, ao circunscrever-se aos interesses dos agentes econômicos. O artigo reclama das ciências sociais uma postura crítica ante tal realidade.

 


Palavras-chave


Seguridade social; Neoliberalismo; Políticas Públicas; Espanha.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.47377

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment