DILEMAS DA POLÍTICA CIENTÍFICA DA EDUCAÇÃO FÍSICA BRASILEIRA EM TEMPOS DE PRODUTIVISMO ACADÊMICO

Régis Henrique dos Reis Silva, Michele Silva Sacardo, Wilson Luiz de Sousa

Resumo


A pretensão deste ensaio é discutir sucintamente os dilemas da política científica da Educação Física brasileira em tempos de produtivismo acadêmico, particularmente a que se desenvolve no âmbito da pós-graduação stricto-sensu. A partir da análise do panorama da Pós-Graduação brasileira, visualizamos o processo de reconfiguração da Capes e da Universidade brasileira nos últimos anos, no qual destacamos os indicadores “otimistas” da política científica dos Programas de Pós-Graduação em Educação Física - PPGEF, como também os aspectos preocupantes para a área. Diante desse quadro e no intuito de instigar o debate, apontamos então algumas possibilidades existentes na Educação Física.


Palavras-chave


Avaliação de Políticas de pesquisa. Educação Física. Indicadores de Produção Científica

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.43145

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment