O “DISCURSO SOBRE A EDUCAÇÃO FÍSICA E MORAL DAS MULHERES” (1790) DE JOSEFA AMAR Y BORBÓN

Miguel Vicente-Pedraz, María Paz Brozas-Polo

Resumo


Este artigo analisa o Discurso sobre la educación física y moral de las mujeres de Josefa Amar y Borbón, publicado em 1790. Depois de um estudo formal da obra, são destacados os chiaroscuro ideológicos da sua proposta de educação feminina. Usando a opinião de censura, que elogia e descreve o trabalho, são analisadas questões como a igualdade e diferença, utilidade e docilidade, o reformismo ea conformidade doutrinária, etc. Segue-se que é um trabalho tipicamente ilustrado, mesmo com traços de manuais de civilidade precedentes, onde os ideais reformistas estão inextricavelmente ligados às expectativas de dominação cultural e política da burguesia emergente.

 


Palavras-chave


: Ilustração. Josefa Amar. Iniquidade social. Feminilidade. Poder (Psicologia)

Texto completo:

PDF-ES (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.43067

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment