CORPO E NATUREZA EM MERLEAU-PONTY

Terezinha Petrúcia da Nóbrega

Resumo


O artigo apresenta a noção de corpo nos cursos sobre a natureza que Merleau-Ponty ministrou no Collège de France entre os anos de 1956 e 1960. Nesses cursos, o filósofo examinou o conceito de natureza na filosofia e na ciência, a questão da animalidade e a passagem à cultura e a uma arqueologia do corpo humano. Nota-se o deslocamento de sua filosofia de uma descrição fenomenológica para a ontologia do ser selvagem; nesta a noção de corpo adquire novos contornos em seu pensamento, expressando horizontes investigativos para a filosofia contemporânea, para os estudos da corporeidade e da Educação Física.


Palavras-chave


Corporeidade. Natureza. Fenomenologia. Epistemologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.42753

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment