NOTAS SOBRE O TEORIZAR EM EDUCAÇÃO FÍSICA: UM OLHAR SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DE VALTER BRACHT AO DEBATE EPISTEMOLÓGICO

Filipe Ferreira Ghidetti

Resumo


O artigo busca compreender o lugar de Valter Bracht no debate epistemológico da Educação Física (EF) brasileira. Realizamos leituras e análises dos principais textos do autor sobre o tema, reunidos no livro “Educação Física & Ciência: cenas de um casamento (in)feliz”, publicado em 1999. Como resultado, destaca-se que Bracht (1999) entende a EF como prática de intervenção social, que tem na agenda alguns desafios, como: a) a teorização multidisciplinar do campo; b) a limitação da racionalidade científica no que tange à estruturação da reclamada dimensão normativa (a da ética), e também da estética, caras à uma EF da escola.


Palavras-chave


Epistemologia. Educação Física. Teorização.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.35378



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment