REPRESENTAÇÕES DE GÊNERO NO VOLEIBOL BRASILEIRO: A IMAGEM DO TETO DE VIDRO

SANDRA BELLAS ROMARIZ, Sebastião Josué Votre, Ludmila Mourão

Resumo


REPRESENTAÇÕES DE GÊNERO NO VOLEIBOL BRASILEIRO: A IMAGEM DO TETO DE VIDRO

O objetivo deste artigo foi investigar as oportunidades e barreiras que técnicos(as) de voleibol de alto rendimento de equipes profissionais encontram na construção de sua carreira. Foram entrevistados quatro técnicos e cinco técnicas e seus discursos analisados através da Análise do Conteúdo. Os resultados mostram que para os técnicos ingressarem na carreira profissional é fundamental demonstrarem autonomia, experiência e o conhecimento técnico. E para as mulheres autonomia, experiência adquirida nas quadras e conhecimento técnico não garantem um convite para dirigirem equipes profissionais, confirmando a metáfora do “teto de vidro”.

 


Palavras-chave


voleibol. genero. carreira de técnica

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.32657



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment