ESPORTE DE OURO E EDUCAÇÃO “FERRO VELHO”: A NOSSA VIDA CONTINUA... NA MESMA!

Cláudio Pellini Vargas

Resumo


Este trabalho tem por objetivo refletir sobre o contexto olímpico esportivo atual, considerando a hierarquização institucional esportiva em relação à escolar, fato que parece comum no Brasil. Para tal, sustenta-se em recentes trabalhos de renomados intelectuais, bem como na observação atenta da cobertura televisiva dos Jogos Olímpicos de Londres, incluindo aqui uma importante entrevista com Carlos Arthur Nuzman, o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Para Bracht, a lógica que define as ações no campo esportivo não é influenciada pelos resultados educativos. Argumento, então, que os resultados esportivos geram influências bastante questionáveis no campo educacional.

 


Palavras-chave


Esportes. Educação. Conhecimento. Jogos Olímpicos.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.32261

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment