O USO DE SI E A EDUCAÇÃO PSICOSSOMÁTICA : EXERCÍCIOS ESTÉTICO-POLÍTICOS DA CULTURA SOMÁTICA MODERNA

Zandra Pedraza Gómez

Resumo


O artigo explora o papel da educação física na antropologia da modernidade bem como o papel das técnicas corporais surgidas ao longo do século XX. A educação somática proposta pela técnica Alexander, a bioenergética ou o método Pilates são interpretados como elementos de uma estética política que oferece a possibilidade de transformar as experiências de si e concebe uma educação estética com base na expansão das qualidades subjetivas para o auto-conhecimento.

Palavras-chave


Corpo humano. Cinestesia. Estética. Psicofísica

Texto completo:

PDF português PDF inglês


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.3042



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment