PRÁTICA DESPORTIVA, UM MEIO DE PREVENÇÃO DO BULLYING NA ESCOLA?

Fernando Marcelo Ornelas Melim, Beatriz Oliveira Pereira

Resumo


Pretende-se averiguar se a participação desportiva dos alunos (escolar ou federada) diminui a probabilidade de envolvimento em situações de bullying durante a sua permanência na escola. Estudo analítico de delineamento transversal realizado numa amostra de 1818 alunos de escolas portuguesas, com uma média de idades de 12,8 anos. Utilizou-se um questionário sobre comportamentos de bullying, adaptado de Olweus (1989), ao qual foram acrescentados tópicos sobre a participação desportiva dos alunos. Concluímos que a influência do desporto a este nível fica aquém do esperado. Porém, aspetos como o género dos praticantes e o tipo de modalidades praticadas influem nos resultados alcançados.

Palavras-chave


bullying; escola; desporto; vítimas; agressores

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.30119

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment