DISTANCIAMENTOS E APROXIMAÇÕES ENTRE A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR E AS PROPOSTAS PEDAGÓGICAS CRÍTICAS: O CASO DA TEORIA CRÍTICO-EMANCIPATÓRIA E DIDÁTICA COMUNICATIVA

Márcia Morschbacher, Carmen Lúcia da Silva Marques

Resumo


Este artigo objetiva discutir sobre o distanciamento e as possibilidades de aproximação entre a prática pedagógica concreta da escola e as propostas pedagógicas críticas da Educação Física, considerando como referência da discussão a Teoria Crítico-emancipatória e Didática Comunicativa. A argumentação desenvolvida em torno da problemática situa-se em dois pontos centrais: a necessidade de acesso ao conhecimento produzido e sistematizado referente a essa proposta pedagógica e suas teorias de base; e a superação da dicotomia entre o meio acadêmico e a escola - assentada no fomento de um efetivo diálogo entre ambas as instâncias.


Palavras-chave


Educação Física. Ensino. Educação.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.29451



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment