O FEMININO E O MASCULINO NA DANÇA: DAS ORIGENS DO BALÉ À CONTEMPORANEIDADE

Marília Del Ponte de Assis, Maria do Carmo Saraiva

Resumo


O objetivo desse trabalho foi efetuar uma reflexão sobre as representações do feminino e do masculino na dança cênica ocidental, das origens do balé à contemporaneidade. Buscou-se compreender alguns momentos de transição quanto aos papéis sexuais, em disputas e reciprocidades apresentadas no palco e, por vezes, fora dele. O suporte teórico dos Estudos Culturais foi utilizado no estudo da dança, enquanto uma prática cultural, incluindo também como "textos" os corpos em movimento; isso possibilitou uma melhor compreensão da codificação de estilos de dança, que comunicam, expressam e transformam representações associadas ao feminino e ao masculino.

Palavras-chave


Dança. Gênero. Estudos Culturais.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.29077



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment