A popularização da canoagem: o caso de Piracicaba

Nelson Marcelino, Denis Roberto Terezani

Resumo


Oriunda do cotidiano da cultura popular, seja como atividade utilitária, seja como atividade lúdica, a canoagem se insere hoje, como lazer e esporte, na nossa sociedade, mas necessita de políticas públicas, para ser democratizada, tendo em vista uma série de barreiras socioculturais que cercam seu desenvolvimento. A experiência de Piracicaba-SP, aqui analisada, a partir de estudo de caso, baseado em análise de conteúdo documental, demonstra que isso é possível, se a canoagem for integrada a uma política pública municipal de Esporte e Lazer, e neste último aspecto, encarada na suas primeiras fases, a partir do componente lúdico da cultura.

Palavras-chave


Lazer. Esporte. Políticas públicas. Canoagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2883

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment