A prática da “bocha” na SOERAL: entre o jogo e o esporte

Marco Paulo Stigger, Raquel da Silveira

Resumo


Neste trabalho, procuramos, a partir da etnografia, compreender aspectos do modo com que os sócios da Sociedade Esportiva Recanto da Alegria/SOERAL vivenciam seu tempo livre. Centrando a atenção na prática o jogo da bocha que lá acontece, perguntamos se esta atividade se insere no contexto do jogo ou do esporte. Sem, efetivamente, tentar responder a esta pergunta, fizemos uso daquela realidade empírica para problematizá-la e provocar a discussão acerca das relações entre jogo e esporte. Esta aproximação nos mostrou as dificuldades que encontram os que analisam o esporte e o jogo numa perspectiva dicotômica, distanciada dos contextos empíricos onde elas se realizam.

Palavras-chave


Lazer. Jogo. Esporte. Etnografia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2839

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment