A participação cidadã nos marcos das políticas de lazer: implicações e protagonismos. O caso do Projeto Centro de Comunidade, na cidade de Porto Alegre

Rosane Maria Kreusburg Molina

Resumo


Este artigo analisa de que modo uma comunidade periférica de Porto Alegre se apropria de um espaço público destinado para operacionalizar políticas de lazer, nos anos 70 e 80, e o transforma em um instrumento de discussão e de desenvolvimento social mais amplo. Revisa brevemente a história do Projeto Centro de Comunidade na cidade de Porto Alegre, no período, e contrapõe o ideário e os objetivos da Administração Pública com as perspectivas dos “educadores funcionários” e a compreensão dos moradores-colaboradores com a investigação. Finaliza apresentando os impactos gerados pelo Projeto Centro de Comunidade na perspectiva da comunidade, bem como as limitações e as críticas identificadas pelos moradorescolaboradores.

Palavras-chave


Políticas Sociais. Lazer. Centro de Comunidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2838

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment