Explorando o lazer contemporâneo: entre a razão e a emoção

Heloisa Turini Bruhns

Resumo


Este artigo traz uma discussão sobre a necessidade de novos olhares sobre o lazer enquanto fenômeno social, posicionando-o a partir de uma relação com a vida e não se referindo a um tempo determinado. Para isso utiliza-se das idéias de Sebastian De Grazia, bem como questiona um saber o qual sempre foi privilegiou o enfoque racionalista, desprezando parâmetros não racionais como o lúdico, as emoções, os desejos.

Palavras-chave


Lazer. Tempo. Conhecimento

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2835

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment