Escola Postural: um caminho para o conhecimento de si e o bem-estar corporal

Jorge Luiz de Souza, Adriane Vieira

Resumo


Este trabalho apresenta um estudo desenvolvido com participantes de um programa de Escola Postural na EsEF/UFRGS. O objetivo do estudo foi refletir sobre as percepções dos participantes acerca das atividades teórico-vivenciais propostas no transcorrer do programa. O estudo foi composto por dez participantes voluntários e as informações coletadas foram obtidas através de entrevistas semi-estruturadas, memoriais descritivos, e notas de campo. As explicações teóricas a respeito da estrutura ósteo-articular despertaram-lhes o interesse de observarse e pensar-se mais nas atividades de vida diária. Os exercícios (alongamento, mobilização e percepção corporal) possibilitaram que os participantes percebessem suas limitações e melhorassem sua capacidade de movimento. As atividades lúdicas foram consideradas relevantes à integração e descontração do grupo. As atividades de relaxamento foram referenciadas durante todo o programa como um momento que facilitou o bemestar. Em suma, a combinação de explicações teóricas e vivências corporais mostrou-se benéfica aos participantes no que se refere ao conhecimento de si.

Palavras-chave


Escola Postural. Conhecimento de Si.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2820



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment