DA ESCOLA PARA A GESTÃO DA REDE DE ENSINO: COMO O PROFESSOR SE TORNA UM SUPERVISOR?

Valdelaine Mendes, Ecléa Vanessa Canei Baccin, Maria Antonieta Dall ' Igna

Resumo


Este estudo tem como objetivo analisar como se dão as mediações entre aqueles que ocupam funções de supervisores de Educação Física (EF) na Secretaria de Educação e aqueles que atuam com a EF nas escolas. A metodologia adotada foi a do tipo qualitativa. Para o desenvolvimento do estudo foram coletados documentos e realizadas entrevistas com professores que foram supervisores na Secretaria Municipal de Educação de Acalifa/RS. A pesquisa revelou que, a cada governo, a atuação do professor de EF como supervisor assume contornos diferentes, que depende tanto da visão de mundo, de educação, de escola, de EF do ocupante do cargo quanto da política educacional traçada para o município.

 


Palavras-chave


Supervisão. Educação Física. Escolas: Gestão & administração.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.24140

Direitos autorais



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment