CRÍTICA A UMA PROPOSTA DE EDUCAÇÃO FÍSICA DIRECIONADA À PROMOÇÃO DA SAÚDE A PARTIR DO REFERENCIAL DA SOCIOLOGIA DO CURRÍCULO E DA PEDAGOGIA CRÍTICO-SUPERADORA

Marcelo Guina Ferreira

Resumo


Em artigos de 1993, 1994a e 1994b, o professor Dr. Dartagnan P. Guedes e a professora Ms. Elisabeth P. Guedes apresentam uma proposta de currículo de EF direcionado à promoção da saúde (PS), numa importante contribuição para a pedagogia da educação física (EF). Tal esforço tem, no mínimo, o mérito de procurar o diálogo com a prática, caminho indispensável para a construção de uma teoria da EF1 . A leitura dos já citados artigos levounos a refletir sobre pontos que demarcam diferenças, e antagonismos, entre a proposta pedagógica em tela e aquela que, neste ensaio, iremos contrapor-lhe com base na pedagogia crítico-superadora (coletivo de autores, 1992). Discutiremos ainda alguns pontos positivos, impasses teóricos e debilidades em ambas as propostas, visando contribuir na construção de uma perspectiva crítica na pedagogia da EF.

Palavras-chave


Educação Física. Teoria. Currículo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.2364

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment