O CORPO E AS PRÁTICAS DE SI: A CONSTRUÇÃO BIOIDENTITÁRIA DE UM LUTADOR DE WRESTLING PROFISSIONAL EM TELA

Samuel Thomazini Oliveira, Ivan Marcelo Gomes, Felipe Quintão de Almeida

Resumo



Análise do filme “O lutador”, estrelado por Mickey Rourke no papel de um lutador de pro-wrestling (Randy “The Ram” – O Carneiro) em final de sua carreira. Descreve os mecanismos bioidentitários empregados por Randy em sua forja como lutador de luta livre profissional, analisando algumas de suas consequências para a vida do personagem principal do filme. Encerra apresentando considerações sobre a constituição bioidentitária desse personagem.

Palavras-chave


Esportes. Luta. Crise de identidade. Cinema como assunto.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.17912

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment