CAPOEIRA E ESCRAVIDÃO: MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA VERSUS SUBMISSÃO

Rosa Maria Araújo Simões

Resumo


O presente estudo, baseado na metodologia da sociologia histórica, faz uma análise comparativa entre os autores GENOVESE ( 1988) e REGO (1 968). O primeiro se refere à escravidão negra nos Estados Unidos da América, o segundo, ao jogo de luta dançada denominado capoeira, o qual teve suas origens num Brasil — Colônia, cujo regime era escravocrata. A partir desta análise percebo que há, tanto num como noutro, no que diz respeito ao negro, situações de vida similares que desencadeiam semelhantes formas de luta e de submissão. No caso específico do Brasil, há a origem da capoeira, um movimento corporal de resistência negra.

 

The present study, based in the methodology of historical sociology, makes a comparative analysis between GENOVESE (1988) and REGO (1 969). The first one refers to the black slavery in the United States of America, the second one, he refers to the play of flight danced denominated Capoeira, which had its origins in a Colony Brazil. Starting from that analysis I notice that there is, so much in an as in other, in what it says respect to the black, similar life situations that unchain fellow creatures flight forms and submission. In the case of Brazil, there is the origin of Capoeira's play, a corporal movement of black resistance.


Palavras-chave


Capoeira. Jogo. Luta. Escravidão. Religião. Negro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.11779

Direitos autorais




Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment