“SE PERDER E DER SHOW, VAI LUTAR DE NOVO!” MMA E O CONCEITO DE ESPORTE

Flávio Py Mariante Neto, Daniel Giordani Vasques, Marco Paulo Stigger

Resumo


A caracterização do esporte moderno elenca elementos que o distinguem de outras práticas corporais. As artes marciais mistas (MMA) são frequentemente compreendidas como uma modalidade esportivizada a partir de mudanças que visaram ao regramento e à diminuição da violência. Este estudo objetivou analisar o MMA a partir daquilo que o distingue dos outros esportes com base no conceito de esportivização proposto por Elias e Dunning. A metodologia, etnográfica, utilizou a observação participante em uma academia de MMA e em eventos de luta, da produção de diários de campo e de entrevistas. Três categorias empírico-analíticas foram construídas para análise de elementos do MMA (o “dono do evento”; o espetáculo acima da vitória; e a violência como espetáculo), as quais sugerem debates com as noções de vitória, institucionalização, pertencimento e violência. Indicou-se a importância de um alargamento do conceito de esporte para compreender o MMA.

 


Palavras-chave


Esportes. Violência. Institucionalização. Sociologia.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.108259

Direitos autorais 2021 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment