COMPETÊNCIAS OSTENSIVAS: O COTIDIANO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO FÍSICA ATUANTES EM ACADEMIAS DE MUSCULAÇÃO

Siony Rocha de Sousa, Christiane Garcia Macedo, Roberta de Sousa Mélo

Resumo


Centrado nas referências de corpo e subjetividade fornecidas pelo capitalismo em suas formas atuais, bem como nas supostas ressonâncias desses modelos na rotina de professores de Educação Física atuantes em academias de musculação, o estudo teve como objetivo compreender os modos pelos quais os participantes articulam suas atribuições profissionais às demais experiências de seu cotidiano. Utilizou-se uma metodologia de pesquisa qualitativa, sendo o material empírico obtido através de 16 entrevistas semiestruturadas. Os materiais analisados evidenciam uma mobilização constante da dimensão corporal dos professores. Em geral, sua rotina lhes exige uma intensa disposição física, além de uma racionalização de si e do corpo que lhes permita evidenciar os atributos estéticos e de desempenho pelos quais sua competência profissional é atestada.

 

 


Palavras-chave


Docentes. Educação Física. Academias de ginástica. Aparência física.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.100297

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment