O Uso das Tecnologias da Comunicação Digital: desafios no ensino de genética mendeliana no ensino médio

Lívia de Rezende Cardoso, Veridiana Santos de Oliveira

Resumo


No presente trabalho, procuramos investigar as concepções dos professores de Biologia quanto à utilização das Tecnologias, em geral, e entender as dificuldades encontradas nesse uso para o ensino-aprendizagem, especificamente, da Genética Mendeliana. O estudo foi delimitado neste tema pela sua grande importância no conhecimento científico, como também por estudos apontarem grandes dificuldades na aprendizagem dos alunos devido à exigência de um vocabulário muito específico, conhecimentos prévios sobre probabilidade e divisão celular. Para a realização da pesquisa, foram feitas entrevistas semi-estruturadas com treze professores de Biologia de escolas do município de Estância-SE. Através das entrevistas e análise qualitativa dos resultados, foi possível perceber quais as dificuldades encontradas, aos olhos dos professores, quanto ao ensino de genética, entender a implantação do laboratório de informática nessas escolas e refletir sobre as estratégias utilizadas nas aulas. Neste contexto, as tecnologias apareceram como um recurso que, dependendo da postura do professor, pode propiciar um aprendizado ativo ou servir de reforço às tradicionais práticas pedagógicas.

Palavras-chave


Tecnologias da Comunicação Digital; Ensino de Genética Mendeliana; Ensino de Ciências

Texto completo:

PDF () PDF () PDF


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.8638

Direitos autorais



INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X