Uso de um software de correção automática: uma alternativa para viabilizar o processo avaliativo contínuo no contexto do ensino universitário

Ricardo Andreas Sauerwein, Josemar Alves, Dioni Paulo Pastorio

Resumo


A avalição continuada tem sido apontada como um dos fatores-chave para se alcançar uma aprendizagem mais efetiva. Porém, no caso de turmas grandes, um limitante para a implementação desse tipo de avaliação é a sobrecarga que acarreta ao docente no que concerne à correção, processamento e divulgação do aproveitamento das atividades realizadas. O emprego de ferramentas computacionais para apoiar o trabalho docente no processo avaliativo vem sendo apontado como uma das possíveis alternativas para superar essa dificuldade. Por isso, neste trabalho, temos por objetivo investigar as potencialidades de um software de correção automática — Auto Multiple Choice (AMC). Ou seja, analisamos o AMC como ferramenta usada na implementação de um processo de avaliação continuada, baseada na resolução de problemas numéricos, composto de seis (6) testes curtos e duas (2) provas, o qual foi implementado com duas turmas de cursos Engenharia, com um total de sessenta e sete (67) alunos.

Palavras-chave


Software de correção automática. Auto Multiple Choice. Processo avaliativo contínuo. Ensino de Física.

Texto completo:

PDF

Referências


AUTORES. A resolução de problemas parametrizados: uma estratégia para estimular a aprendizagem colaborativa. Revista de Enseñanza de la Física, 2017.

CLEMENT, L.; TERRAZZAN, E. A. Resolução de problemas de lápis e papel numa abordagem investigativa. Experiências em Ensino de Ciências, v.7, n. 2, p. 98-116, 2012.

Halliday, D., Resnick, R. e Walker, J. Fundamentos de Física: Mecânica. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A., 2008.

MAXIMO, L. F.; RAABE, A. L. A.; BARONE, D. A. C. Avaliação formativa assistida por computador no ensino a distância. RENOTE Revista Novas Tecnologias na Educação, v.5, n. 1, p. 1-10, 2007.

MELLO, B. A. Aumento na quantidade de alunos em disciplinas básicas: Como obter vantagens dessa realidade universitária. Revista Brasileira de Ensino de Física, v. 37, n. 3, p. 1-9, 2015.

OTSUKA, J. L.; FERREIRA, T. B.; LACHI, R. L., DA ROCHA, H. V. Um modelo de suporte à avaliação formativa no ambiente TelEduc. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 11, n. 2, p. 100-110, 2003.

OTSUKA, J. L.; DA ROCHA, H. V. Avaliação formativa em ambientes EaD: uma proposta de suporte tecnológico e conceitual. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 13, n. 2, p. 33-41, 2005.

PÉREZ-BENEDITO, J. L.; ARAGÓN, E. Q.; ALRIOLS, J. A.; MEDIC, L. Optical mark recognition in student continuous assessment. Revista Iberoamericana de Tecnologias del Aprendizaje, v. 9, n. 4, p. 133-138, 2014.

Pozo, J. I., Echeverría, A, M. P. P., Castillo, J. D., Crespo, M. A. G., Angón, Y. P. A solução de Problemas: aprender a resolver, resolver para aprender. Tradução Beatriz Affonso Neves. Porto Alegre: Artmed, 1998.

RAVITZ, J. CILT2000: using technology to support ongoing formative assessment in the classroom. Journal of Science Education and Technology, v. 11, n.3, p. 293-296, 2002.

Tipler, P. A. e Mosca, G. Física para cientistas e engenheiros: Mecânica, Oscilações e Ondas, Termodinâmica. Rio de Janeiro: Livros Técnicos e Científicos Editora S.A., 2009.

VITTURINI, M.; BENEDETTI, L.; SEÑAS, P. Una nueva herramienta de evaluación basada en Filtros de Corrección Automática (FCA). Revista Iberoamericana de Tecnología en Educación y Educación en Tecnología. n.6, p. 43-51, 2011.




DOI: https://doi.org/10.22456/1982-1654.84249

Direitos autorais 2019 Informática na educação: teoria & prática

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO: teoria & prática. e-ISSN: 1982-1654 ISSN Impresso:1516-084X